Ucrânia e Rússia: e o povo, pá?

ucrânia vs russia_2

Já se sentem mais portuguesas do que dos seus países de origem, mas acompanham com preocupação os lugares que as viram nascer. Não é uma história de espionagem, mas mete a Ucrânia e a Rússia ao barulho. A Preguiça falou com ambas as partes, sendo que as duas fazem um lado só: aquele que não está em conflito, e que não se sente representado por quem dirige as suas nações de berço.

Disputas territoriais sempre as houve. Portugal pode ter enxotado os espanhóis com perícia, mas a Olivença há muito prometida, nunca foi devolvida. Estas rivalidades geográficas entre vizinhos sempre existiram, e se de Espanha “nem bom vento, nem bom casamento”, o que é certo é que se perguntarem a algumas comunidades raianas, eles nem se importavam por aí além de ser espanhóis.

Outro caso paradigmático é o do Irão, que tem problemas com as liberdades dos cidadãos, mas, por outro lado, o seu povo é hospitaleiro e afável. Assim o atestaram vários viajantes ocidentais, que, qual navegadores dos Descobrimentos, puderam comprovar isso in loco, e afastar alguma propaganda ocidentalizada em que se toma a parte pelo todo.

Aqui há uns anos, no festival Sudoeste, a banda da Irlanda do Norte, Therapy?, a meio do concerto aludiu ao conflito que se passava no seu país. O vocalista não podia ter sido mais claro: “Eu sou católico, o meu baixista é protestante, e eu adoro este cabrão!”. Numa tradução mais ou menos livre, foi isso que Andy Cairns disse, e acrescentou que parte das tensões eram politizadas.

Ekatrina Tkachkova

Ekatrina Tkachkova

A russa Ekatrina Tkachkova refere o seguinte: “Na Crimeia, a população é de maioria russa, e quando Putin diz que vai defender os russos, eu não consigo tirar-lhe a razão, mas cada um puxa para o seu lado, disso não tenho dúvidas. Ao início nem tanto, mas agora já se percebeu que do lado dos ucranianos há muitos nacionalistas que também não são exemplo para ninguém. O povo foi enganado mais uma vez”.

Svitlana Adamska

Svitlana Adamska

Svitlana Adamska, da Ucrânia, complementa: “Por outro lado, as saídas marítimas daquela região da Ucrânia dão muito jeito aos russos, e tendo acesso àquela parte, faz com que os russos possam, em caso de guerra, atacar de qualquer parte. Mas, sim, este nosso presidente agora deposto era um mafioso, assim como os anteriores. Só o Hrushevskyi (1917-1918) é que fez algo pelo nosso país. A Ucrânia era um país muito rico, com reservas de ouro, mas foi roubado pelos sucessivos presidentes, e não só.”

Ekatrina refere aquilo que une os dois povos: “Nós temos as mesmas raízes, a mesma religião, cultura e tradições. A crise que existe é económica e política: um cidadão comum não quer entrar nestes conflitos, se bem que eles existem, claro. Mas, por exemplo, nas televisões contam-se coisas que eu não sei se são verdade!”.

“Sim, eu tenho as televisões tanto russa como ucraniana e as duas contam coisas completamente diferentes. Para se ver a mentalidade de certas pessoas, nós na Ucrânia temos um jogo, tipo caça,  absolutamente horrível. Basicamente os ricos desafiam pessoas carenciadas e perguntam-lhes se elas querem ganhar dinheiro, e elas, claro, aceitam. Mas o que acontece é que eles levam-nos para a floresta e matam-nos a tiro por desporto!”, acrescenta Svitlana.

Para os mais resignados e que, por esta altura, já estão a pensar que em Portugal nem se está assim tão mal, o melhor é estar atento, pois a barbárie nunca foi instrumento de medida. A Ucrânia e a Rússia são países riquíssimos culturalmente, e que têm tido a má sorte de serem mal conduzidos. Por cá, muitos movimentos de cidadania são reprimidos ou mal recebidos. Daqui ao populismo fácil é um salto, e os movimentos mais radicais estão ao virar da esquina europeia.

“Não tomamos partido de ninguém. O povo só quer lutar pelos seus direitos!”, concordam Ekatrina e Svitlana.

Texto de Pedro Miguel
Fotografia de Ricardo Graça
(Publicado a 13 de Março 2014)

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s