Rosa Amélia 2

O bom tempo vem aí, por isso esta semana sugerimos um passeio à Figueira da Foz, com paragem obrigatória na Marisqueira do Forte de Santa Catarina, mais conhecida por Rosa Amélia.

É ao rodízio de marisco que vai grande parte dos clientes da Rosa Amélia, uma modalidade que a gerência do restaurante introduziu há cerca de seis anos e que fez com que esta casa seja uma das mariqueiras mais conhecidas do país. Afinal, quem é que não gosta da ideia de comer marisco sem restrições, por um preço fixo?

Fomos decididos a fazer um grande estrago e até estávamos convencidos que lhe tínhamos dado bem – duas grandes travessas (ver a foto) para quatro pessoas. Mas, afinal, somos uns tenrinhos. O record pertence a sete trituradores industriais de comida, que conseguiram despachar uma destas cada um. Sim, sete travessas para sete gajos.

Aliás, esta é uma casa de records. Num dia forte, de Verão, servem-se entre trezentas e quatrocentas refeições, e em apenas três anos venderam 50 mil garrafas do vinho verde da casa. Uma pequena economia de escala, portanto.

Mas nem tudo é marisco na Rosa Amélia. Aliás, “antes do rodízio popularizar o restaurante, já este estabelecimento era muito bem conceituado”, garante Nuno Azul, sócio-gerente. “O peixe fresco, de mar, de altíssima qualidade, foi o que deu nome à casa”, explica. “Só que o consumo desse peixe não está ao alcance de todas as carteiras, pelo que era preciso criar algo mais abrangente, a um preço acessível, e foi assim que se introduziu esta modalidade do rodízio de marisco”.

Inicialmente, o rodízio tinha um preço de 15€ por pessoa. Hoje já está nos 19,90€ e só não está nos 20 ou mais porque a gerência “tem feito uma ginástica para não aumentar”, garante Nuno.

Falta dizer que bebidas, sobremesas e cafés não estão incluídos no preço, pelo que a coisa nunca fica a menos de uns 25€ por pessoa. Se forem apreciadores de marisco, vão certamente dar esse dinheiro por bem investido.

No dia da nossa visita não tivemos a sorte de encontrar a famosa Rosa Amélia, mas Nuno Azul, o sócio e primo, explicou-nos que “o que a torna tão popular é o facto de toda a vida ter sido uma peixeira e marisqueira em quem as pessoas sempre puderam confiar. Construiu o seu nome por vender sempre produto de boa qualidade, e assim conquistou a confiança das pessoas. Além disso, é extremamente simpática, gosta de conversar e recebe muito bem quem nos visita”.

Dona Rosa Amélia: foi uma pena não a termos conhecido. Quem sabe, numa próxima oportunidade.

Restaurante e Marisqueira Rosa Amélia
Forte de Santa Catarina
Av. 25 Abril – Tennis Club
3080-086 Figueira da Foz
Tel: 964 570 082 / 911 055 283 / 233 428 530

Texto de Paula Lagoa
Fotografias de Rafael Silva
(Publicado a 3 Abril 2014)