the lazy faithful

The Lazy Faithful

O Rock vai tomar conta da pequena freguesia de Cós, em Alcobaça. No dia 12 de Julho vão ouvir-se guitarradas à séria. É o Coz Village Festival, que terá direito a aquecimento e tudo.

O Coz Village Festival é uma iniciativa do Centro de Bem Estar Social da Freguesia de Cós, sob a organização da Operação Crestunfo, que promete deixar muitos pescoços doridos.

As portas abrem às 16 horas e os primeiros acordes ouvem-se cerca das 19:30, no Palco Crestunfo, com a Banda do Maltêz, que conta com a participação especial do violinista Nuno Santos, a quem se seguem os portugueses Zanibar Aliens e o alemão BO NE, que por sua vez passa a bola aos alcobacenses Sidewalkers.

Entram em jogo na segunda metade The Lazy Faithful,  The Underdogs, Killimanjaro e, por fim, os espanhóis Sniper Alley, “um power-trio à maneira, com um rock n’roll sujão e primitivo, vindo da escola de uns The Stooges ou MC5 com Wah’s e Fuzz’s à Hendrix e uma energia contagiante”, descreve a organização.

Mas o jogo não acaba por aqui. El Mariachi e Andy Horror marcam o fim da partida em modo DJ set, com sonoridades que vão do surf beat ao electro rock, passando pelo mais puro rock’n’roll, o punk e o pós-punk.

A pulseira de livre trânsito custa 4 euros e dá direito a assistir ainda a apontamentos e artes performativas e a uma mostra de cultura e artesanato regional.

No recinto há também comes e bebes “económicos”, garante a organização, que, para esta que é a primeira edição do Coz Village Festival, tem como expectativas apenas “proporcionar um dia bem passado a todos quantos se queiram juntar à festa”.

E porque só um dia lhes estava a parecer pouco, sexta-feira, dia 11, a partir das 22 horas há aquecimento para o Festival com duas bandas americanas: os Beach Arabs e os Emperor X.

A primeira, um trio de Brooklyn liderado pela guitarrista e autora Liz Hogg, trazem o rock underground que se pode ouvir no mais recente LP Wild Movement. A segunda, um projecto do norte-americano Chad Matheny, um ex-professor de Ciências convertido em herói da canção pop.

Estes dois concertos têm lugar na Associação Recreativa Povoense, na localidade da Póvoa, freguesia de Cós e a entrada é livre.

Este é talvez o texto com mais links por carácter que alguma vez a Preguiça publicou. Não se percam: cada palavrinha a azul encaminha-vos para informação adicional, como vídeos das bandas em cartaz e páginas de Facebook. Entrem nos que vos parecer bem e desfrutem.

Texto de Paula Lagoa
(Publicado a 3 Julho 2014)