caco_2Um pão achatado tem alguma coisa de especial? Este tem. Chega da terra do Alberto João, mas é delicioso.

Leiria está a bordo de uma nova moda na restauração, a moda do Caco. No Centro Comercial Maringá, a proposta passa por lanches, almoços e jantares embrulhados no famoso bolo da ilha da Madeira. Para quem não sabe, trata-se de um pão de trigo, cozido na pedra, que pode ser consumido como entrada, acompanhamento ou mesmo prato principal. Que é como dizer snack, sandocha e hambúrguer, dependendo da gana com que nos aproximamos do balcão.

Caco, o Original. Preparem-se para um momento fast food em modo gourmet, a lembrar as ementas que o Gordon Ramsay prepara com a fórmula “comida simples, honesta e saborosa”. Parece estranho, mas entranha-se. A eficácia do serviço à americana com o extra dos sabores enriquecidos. Pré-pagamento simpático, deixa-se o nome e espera-se pelo tabuleiro sentado à mesa (e avisamos que são poucas mesas para tanto potencial).

Ao contrário do que o nome sugere, o famoso bolo não é uma sobremesa, embora contenha batata doce. Na verdade, combina na perfeição com recheios salgados. Na versão mais frequente, surge barrado com manteiga de alho. Em Leiria – piso 1 do Maringá, por cima da Americana, basta subir as escadas exteriores – podemos experimentar esta combinação ou percorrer as sugestões alternativas: chouriço, bacon, fiambre e queijo, peixe, vaca, frango, bifana, lombo e vegetariano. Tudo coisas que chegam em três formatos – hambúrguer, cachorro e o convencional (redondo e achatado). E com várias possibilidades de molhos e acompanhamentos, do dressing de cogumelos à cebola caramelizada.

Ir à Madeira e não comer bolo do caco é como um Carnaval sem Alberto João. Sabendo disto, os quatro proprietários do novo restaurante renderam-se ao pão típico da ilha. Em boa hora o fizeram, porque aí nasceu a ideia do Caco em Leiria. Amigos dos tempos da escola, Paulo Pedrosa, Tiago Jonas Andrade, Nuno Abreu e José Palma uniram esforços para materializar a ambição que há anos vinham acarinhando: inaugurar um projecto na área da alimentação.

“Fomos para a Madeira comer bolo do caco de manhã, ao almoço e ao jantar. E encontrámos o melhor”, explicam Paulo Pedrosa e Tiago Jonas Andrade. “A nossa receita é a original e vem de uma família que há várias gerações está ligada ao bolo do caco.”

Tradição à parte, por ali não se come apenas pão de trigo. Também há limonadas e outros sumos naturais, pastéis de nata e croissants, tudo confeccionado in loco com requintes de malvadez. É de partir o caco e chorar por mais.

  • Caco, o Original
    Centro Comercial Maringá, Piso 1, Loja 147, Leiria
    Preço médio: refeição a partir de 7 euros
    Tel: 244 042 405
    Horário: Segunda a sábado das 8h30 às 21h00, domingo das 12h30 às 20h00

Texto de Cláudio Garcia
Fotografia de Ricardo Graça
(Publicado a 24 Julho 2014)