sesta_5

Pode durar cinco a sete minutos ou até mesmo uma hora, pode ser sozinho ou acompanhado, pode ser em pé, sentado ou deitado. Onde é que essas cabeças perversas vos estão a levar?

Aqui fala-se de ferrar o galho, cerrar a pestana, marcar golos de cabeça durante uma viagem de carro (do lado do pendura, claro!), ou aquela que é a melhor desculpa de sempre para quem quer dormir uma sesta: “estou só a descansar os olhos”. Que o diga Manuel Prates Miguel, fundador da Associação Portuguesa dos Amigos da Sesta (APAS). E se o tema é sesta, a Preguiça não podia faltar à chamada.

Manuel Prates Miguel nasceu em Montargil, Alto Alentejo – local propício aos amantes de uma boa soneca debaixo de um chaparro – e desde sempre se lembra de praticar a sesta. Por volta do ano 2000, “tropeçou” numa crónica do escritor José Eduardo Agualusa, em que o autor fazia a apologia da sesta, argumentando os seus benefícios na saúde física, psíquica e mental, assim como na produtividade, baseado em teses de investigadores e cientistas. Disse então para os seus botões: “Ai é? Então vou dar a volta por cima, fundar uma associação de âmbito nacional, e vamos a ver se quem ri por último não é quem ri melhor.” Foi a pedrada no charco e os detractores da sesta engoliram em seco a cobertura mediática de que foi alvo a nascença da APAS. E a 2 de Junho de 2003, “a Associação Portuguesa dos Amigos da Sesta adquiriu personalidade jurídica com a outorga da escritura pública da sua constituição lavrada no Cartório Notarial de Ansião”, palavras de advogado.

Actualmente, o presidente da direcção tem o hábito de dormir a sesta, durante as 4 estações do ano. “Claro que às vezes é impossível por razões profissionais ou de viagem a conduzir, mas fica-me a faltar e sinto o desconforto resultante dessa omissão”, explica.
Em relação à hora mais oportuna para a sesta, é a seguir ao almoço. A hora para a iniciar depende daquela a que a refeição termine, não vá a malta ter uma indigestão.

sesta_4

A APAS tem actualmente 240 sócios e para se juntar a eles basta gostar de dormir. Depois há outros pormenores, como pagar uma jóia de 10 euros e entregar uma foto tipo passe. Fácil, fácil! “Uma vez consumada a adesão, o novo associado tem os direitos e deveres consignados nos estatutos: eleger, ser eleito, tomar conhecimento dos eventos que a Associação organiza e neles participar activamente” (excepto quando está a dormir a sesta). De resto, a APAS não se responsabiliza se os seus associados dormem uma sesta solitária ou assistida. “Isso não fiscalizamos, nem controlamos”, conta o fundador.

E se pensam que não conhecem ninguém que faça parte destes amigos, desenganem-se. Mário Soares, por exemplo, é associado honorário, e entre os associados efectivos constam o cantautor Pedro Barroso, os actores Sinde Filipe e Guilherme Leite, o novelista Moita Flores, para além de autarcas e deputados – cuja hora da sesta é aquela entre o início e o fim das reuniões na Assembleia da República.

E será que ter cartão de associado dá vantagens? A APAS defende que “as empresas proporcionem aos trabalhadores a prática da sesta, facultando-lhes locais compatíveis após o almoço e no tempo previsto para o interregno da laboração entre a manhã e a tarde”. Perceberam, patrões e patroas deste país?

No próximo dia 27 de Setembro, os Amigos da Sesta promovem uma conferência sobre este tema, onde serão discutidos assuntos como ‘Sesta e Evolução’, ‘Sesta e Desporto’, ‘Sesta e Produtividade’, ‘Sesta da Criança’, ‘Sesta e Protecção Civil’ e ‘Sesta e Saúde Mental’. Sim, porque isto é um tema realmente importante e que nada tem a ver com ócio e preguiça, a não ser, claro, com esta Preguiça.

Quanto ao receio de que a malta adormeça durante as conferências, Prates Miguel refere que “não é provável que o público durma, até porque é de manhã”. Contudo, na primeira conferência, que aconteceu em Estremoz (lá está o Alentejo a marcar pontos) e teve lugar à tarde, “aí sim, vi meia dúzia de pessoas a ferrar o galho por não resistirem à tentação”.

Para te tornares associado, basta aceder a wwwamigosdasesta.org, antes ou depois da sesta, e preencher a proposta de sócio. A Preguiça acredita que daqui a algumas horas, os 240 passem a ser 2400!

Texto de Joana Areia
Fotografias de Ricardo Graça
(Publicado a 25 Setembro 2014)