Espaço Eça_1

Aqui pode beber-se um copo de vinho acompanhado de uma tábua de xisto de presunto e queijo, degustar uma cerveja de abadia com uma tosta de alheira ou simplesmente ler um livro. Não é uma taberna, não é uma cervejaria, nem uma biblioteca. É o Espaço Eça.

Era um sonho antigo de Luís Ferreira e Susana Ventura. O carinho pelo Centro Histórico de Leiria fez com que o sonho se tornasse realidade, e assim nasceu o Espaço Eça, na Rua Barão de Viamonte, dedicado ao escritor português que viveu, naquela zona, durante um ano, altura em que escreveu O Crime do Padre Amaro. Três meses depois da abertura, Luís refere que o feedback tem sido bastante positivo, superando as expectativas. “O futuro das cidades vão ser os centros históricos, por isso faz todo o sentido investir aqui. É uma mais-valia para nós e para a própria cidade”, diz.

Com uma decoração cem por cento inspirada em Eça de Queirós, com bustos, quadros e expressões do escritor, o espaço torna-se bastante acolhedor. Que o digam os clientes, desde os mais jovens aos mais velhos, crianças, famílias, turistas e moradores da rua, que frequentam o local. “Quisemos criar um local onde as pessoas podem estar, conversar, visitar, como se fosse uma segunda casa”, explica Luís.

E no que toca a petiscos, preparem-se para começar a babar. Aqui servem-se tostas de alheira, tostas de sardinha, natas de bacalhau, empadas de galinha, tábuas de xisto de presunto e queijo. E no que toca a doces: queijadas de requeijão e boleimas (que, para quem anda distraído a nível da doçaria, são bolinhos de maçã e canela com doce de maçã), tradicionais de Castelo de Vide, de onde vêm também os restantes produtos servidos e vendidos no Eça. Para além disso, também apostam na pastelaria de autor, ou seja, convidam amigos a confeccionar um bolo, que depois é vendido ao público. Pode mesmo dizer-se que é a cafetaria gourmet mais low-cost de sempre. “Marcamos a diferença em termos de qualidade/preço e isso distingue-nos”, explicam os proprietários.

E quando se trata de petiscos, somos obrigados a falar do néctar que os acompanha. No Espaço Eça podemos optar por beber vinho a copo, previamente seleccionado por um enólogo, ou por uma cerveja de abadia, a nova aposta da cafetaria. Leffe, Spaten, Hoegaarden, Bohemia, Heineken e Franziskaner podem ser degustadas ali.

Espaço Eça_9Espaço Eça_4Espaço Eça_3

Seguindo o lema “Reconstruir é simplesmente inventar” (Eça de Queirós), Susana e Luís preparam-se para promover o ‘Chef por um dia’. Eles explicam: “Trata-se de um evento em que clientes e amigos podem inscrever-se e uma vez por mês vêm à nossa cozinha confeccionar um petisco. Nós fornecemos os ingredientes e o chef seleccionado vem fazer o petisco desse dia. Não se trata de competição, mas sim de criar convívio. É isso que queremos em Leiria, que as pessoas descubram uma nova forma de estar, onde possam partilhar ideias, conversar”. E as novidades não ficam por aqui. Os leirienses desejam lançar ainda um produto de referência, um doce regional, que identifique o Espaço e o escritor.

Ao longo do dia, o Espaço Eça vai-se transformando em vários conceitos, numa fusão perfeita entre gastronomia e literatura. Na biblioteca podem ler-se obras de Eça de Queirós, e não só. Há dezenas de livros de autores português, desde a literatura clássica à contemporânea. “Qualquer pessoa pode usufruir do espaço sem ter a obrigação de consumir qualquer produto”, explica Luís.

Aqui, para além de comer, beber ou ler um livro, também é possível apreciar uma exposição, participar em jogos temáticos ou assistir à apresentação de um livro. O Espaço Eça é como um produto inacabado, com novidades constantes, numa tentativa de fazer aproveitar a história da cidade. Já estão a ser pensadas actividades para o Halloween, o São Martinho e até mesmo o Natal.

Espaço Eça
Rua Barão de Viamonte (Rua Direita), n.º 10
2400-261 Leiria
Telefone: 244 091 950
Horário: Segunda a quinta, 9h-20h, sexta e sábado 9h-24h
facebook.com/EspacoEca

Texto de Joana Areia
Fotografias de Ricardo Graça
(Publicado a 30 Outubro 2014)