Just Tattoos _11A história da Just Tattoo’s podia começar com “era uma vez um meteorito que veio de Marte” mas, em vez disso, a malta optou por contar a história verdadeira, que começa em 2003, na Rua Direita, com Noel Pereira. Na mesma altura, Pedro Brandão, Ouriço Cantela e Jorge da Silva conhecem-se e, em 2007, assumem-se como sócios, “um casal a três que funciona muito bem”. Hoje em dia, e depois de algumas mudanças de espaço, a família tatuadora é composta por nove elementos, que se dedicam, só e somente, a tatuar: são Just Tattoo’s.

O aumento de trabalho levou à necessidade de integrar um novo espaço, na Praça Rodrigues Lobo e ir buscar mais tatuadores: de três passaram a ser uma equipa de nove – sete tatuadores profissionais, um aprendiz e um gerente. Foram vários processos de adaptação, e até houve quem considerasse Pedro maluco, que uma loja de tatuagens em Leiria nunca ia dar. Ele responde: “somos nove. Sou maluco, mas neste caso até tive sorte”.

Depois de dois dedos de conversa e três ou quatro pontos pretos na pele de um cliente, ficamos a saber que ali não basta ter talento, técnica, saber e gostar de tatuar. “É uma formação que leva algum tempo e que vai desde o atendimento ao público até à limpeza da loja”. Mas a receita do sucesso é o facto de ser um ambiente familiar, uma segunda casa ou quiçá a primeira visto que “passamos mais tempo aqui uns com os outros do que em casa com as nossas mulheres”, que apesar dos ciúmes ficam a saber que “não beijam melhor do que o Ouriço”. Para além disso, “somos muitos, somos bonitos, temos qualidade técnica e uma boa relação entre nós e com os clientes, e somos modestos, claro.” E ainda têm dotes vocais “muito acima da média”, que podem ser ouvidos desde o estúdio no rés-do-chão ao do terceiro andar. A Preguiça foi recebida ao som de Yann Tiersen, subiu para “La Isla Bonita” e ainda levou com um rock pelo meio.

Apesar de hoje em dia muitas pessoas optarem por tatuar o corpo – na Just Tattoo’s podem tatuar qualquer parte do corpo, com uma única excepção, a região ocular – os tatuadores acreditam que a cultura da tatuagem sempre existiu, não é uma moda, mas um estilo de vida, que nasceu da necessidade de determinados grupos se identificarem. “Se a profissão mais antiga do mundo é a prostituição, então já havia prostitutas tatuadas no paleolítico”. Para além disso, já deixou de ser como o primeiro amor, para sempre. Esta é também uma das características da tatuagem e do tatuador: reinventam-se.

A Just Tattoo’s é uma família habituada também a receber famílias. “Já tatuámos avós, filhos e netos, famílias inteiras. Para quem quer conhecer esta trupe basta aparecer de manhã no Praça Caffé, onde costumam reunir-se para falar de tudo, excepto de tatuagens. Uma espécie de ritual antes de começar a trabalhar.

Just Tattoos _4

Nome: Pedro Brandão
Estilo: polivalente
A primeira tatuagem que te fizeram: um sol tribal e um tubarão
A primeira tatuagem que fizeste: um pequeno símbolo tribal no pé e eu tremia que nem varas verdes

Just Tattoos _9

Nome: Ouriço
Estilo: já tive algum e depois fiz 18 anos
A primeira tatuagem que te fizeram: era um desenho meu, uma espécie de boneco
A primeira tatuagem que fizeste: foi só um retoque

Just Tattoos _1

Nome: Jorge
Estilo: todos, mas de preferência o oriental
A primeira tatuagem que te fizeram: uma caveira
A primeira tatuagem que fizeste: um carocha

Just Tattoos _10

Nome: Steve Carreira
Estilo: woodcut pontilhismo
A primeira tatuagem que te fizeram: coração sagrado
A primeira tatuagem que fizeste: desenho de uma tábua de skate

Just Tattoos _2

Nome: Danilo
Estilo: new tradicional
A primeira tatuagem que te fizeram: uma âncora horrível na perna
A primeira tatuagem que fizeste: o nome de um colega (horrível também)

Just Tattoos

Nome: Ventura
Estilo: old school/new school
A primeira tatuagem que te fizeram: uma estrela e foi o Ouriço
A primeira tatuagem que fizeste: o símbolo de um jogo

Just Tattoos _8

Nome: Tiago
Estilo: não tenho estilo nenhum
A primeira tatuagem que te fizeram: uma caveira e uma guitarra no ombro
A primeira tatuagem que fizeste: o símbolo ohm

Just Tattoos _3

Nome: Ricardo, o aprendiz
Estilo: tatuagens animadas e a preto e branco
A primeira tatuagem que te fizeram: algo relacionado com a família, no gémeo
A primeira tatuagem que fizeste: foi a mim mesmo, na canela

Nome: Pepe, o gerente
Estilo: é alto
Não é tatuador e é o único na pandilha que não tem qualquer tatuagem. É just gerente da Just Tattoo’s.

Just Tattoo’s
Praça Rodrigues Lobo, nº 46
Tel: 915 084 517
E-mail: justtattoos@gmail.com
Horário: segunda a sábado das 10h às 13h e das 14h às 19h
Site: www.justtattoos.pt
facebook
instagram

Texto de Joana Areia
Fotografias de Ricardo Graça
10 Setembro 2015