Texto
Joana Areia

Fotografias
Ricardo Graça

5 Novembro 2015

Podia ser um texto sobre aquele filme de 1998, ou sobre uma espécie de seita religiosa que está constantemente a ditar o fim do mundo – para quem não saiba, o próximo já tem data marcada: 2034 , mas não. Trata-se de uma loja de jogos, onde se o fim do mundo tiver de acontecer é em cima de um tabuleiro: a Armageddon-Leiria.

Rita, Luís e Hugo, três amigos e três orgulhosos nerds, têm em comum jogar cartas. Mas aqui não há duques ou biscas; há poderes mágicos, feitiços, guerreiros e criaturas do outro planeta. Chama-se Magic:The Gathering, a Preguiça já falou sobre isso e quem quiser saber mais pode fazê-lo aqui. Foi este o jogo que os juntou e levou a criar um local onde pudessem reunir mais malta para jogar: a Black Lotus, que se tornou pequena para tanto jogador. Por esse motivo mudaram-se para a Rua Sá de Miranda, em Leiria, agora com dois pisos, onde estão instalados desde Julho de 2015.

Podemos dizer que a Armageddon – Leiria – a loja original é em Aveiro – é o local que consegue juntar mais nerds por metro quadrado. Ali é possível, em dias de torneios, encontrar em média 50 pessoas, dos 15 aos 40 e picos. E ao escrever isto não pensem que ficam ofendidos. “É um orgulho ser nerd. E quanto mais nerd a pessoa for, mais depressa se safa neste mundo. Há qualquer coisa de diferente em quem escolhe jogar este tipo de jogos.” É preciso ter capacidade de concentração, saber fazer bluff, perceber de trocas comerciais, ser um bom estratega. Ou seja, isto não é para meninos. É para nerds.

Há para todos os gostos. Magic, Catan, Legendary, Warhammer, Heartstone, League of Legends, Warmachine, Smash Up para os mais ambiciosos, os verdadeiros players. Monopólio, Cluedo, Dobble, Solitário, a Ilha Proibida, para os iniciantes, os mais novos, ou malta que ainda acredita que consegue ser dona do Rossio. Para os nerds “engenheiros”, a Armageddon-Leiria prepara-se para lançar uma pista de carros, para corridas 1 contra 1, em que o jogador constrói o seu próprio carro. São jogos que podem ser jogados em família, todos contra todos para conquistar o mundo, ou todos contra o jogo.

As regras são seguidas à risca e não costuma haver batota, salvo raros casos, em que se criam estratégias entre amigos. Na Armageddon-Leiria joga-se, ensina-se a jogar e aconselha-se a compra de jogos para todas as idades – por exemplo, para manter os filhos ocupados em tempo de férias. É um local onde se criam ligações, onde se encontram amigos com interesses comuns, onde se estimula o convívio e se proporciona o divertimento acima de tudo. Os clientes podem mesmo sugerir novos jogos e ensinar a malta a jogar. “Evitamos os jogos de monitor, de consola e optamos por outros em que se crie uma relação com outra pessoa, em que haja contacto, diálogo.”

Para além dos torneios que acontecem às quartas, sextas e sábados,e os competitivos com quase 40 participantes, a Armageddon-Leiria promove workshops de pintura de figuras em miniatura, nomeadamente do Warhammer, um jogo que permite personalizar todas as personagens ao gosto de cada um, para construir um exército capaz de matar tudo e todos. A loja disponibiliza o campo de batalha e as peças, para quem quiser experimentar. Se for mais virado para o pacifismo e tiver um lado mais zen, a pintura das peças é bastante relaxante e aqui pode fazer batota: não há regras de cores, é 100 por cento personalizável.

Armageddon-Leiria
Rua Sá de Miranda, n.º 19
Horário: Segunda, terça, quinta e sábado, das 15h às 20h
Quartas e sextas, das 15h às 00h00
Email: armageddon.leiria@gmail.com
Facebook