[mpc_vc_share_list title=”” facebook=”1″ twitter=”1″ google_plus=”1″]

Alexandre Louro
diospirojoyeux.blogspot.pt

Renato Carreira
inepcia.com

17 Março 2016

Esta semana, Renato Carreira não tem nada a esconder, mas continua à espera do convite para a sociedade Lula, Dilma, Sócrates e associados. E se os queijos do Alentejo são igualmente bons, com ou sem Nicolau Breyner, passar o nível das vampiras mamalhudas parece tão distante como Tokushima.

Circularidade do Quadrado: conversas ao sabor da actualidade, de 15 em 15 dias, gravadas perante nenhuma audiência. Alexandre Louro pergunta, Renato Carreira responde.

Qual a melhor medida do Orçamento de Estado para a tua vida privada?
Não tenho vida privada. Tudo em mim é público. Tens alguma coisa a esconder?

Paulo Portas assinou ou não contrato com a Ferrãoestado?
Assinou. E fez bem. De todas as empresas fundadas por personagens da versão portuguesa da Rua Sésamo, a Ferrãoestado é a mais significativa. Muito acima da Poupasconstrói ou da Avó Xica – Brinquedos Sexuais, SARL.

Já é possível fazer um balanço da presidência de Marcelo Rebelo de Sousa?
Sim. Este: está praticamente confirmado que já não é o Cavaco.

Brasil: Lula sabe cada vez mais a polvo?
A amizade com José Sócrates deu cabo dele. Más companhias…

Anonymous versus Donald Trump. Prognósticos?
Hackers perdidos no “combover” eriçado de Trump, não conseguindo sair e acabando por morrer vitimados pela inanição.

Afinal como é o verdadeiro Alentejo, Renato?
É um bocado como a Beira Baixa, mas mais plano e menos pedregoso. Os queijos são igualmente bons nas duas regiões. Os grupos de canto coral são um bocado melhores numa delas.

Também tiveste um momento especial com Nicolau Breyner?
Não quero falar nisso. Foi há muitos anos, tinha bebido uns copos e sentia-me muito sozinho. Próxima pergunta.

O papa Francisco adere ao Instagram. Vais lá pôr coraçõezinhos?
Só se tirar selfies em tronco nu a fletir o Espírito Santo (a entidade sobrenatural e não um membro do clã banqueiro desgraçado).

Comenta a afirmação copiada d’A Bola: no contrato assinado com o Sporting, Sebastien Coates foi proibido de usar botas com as cores dos rivais FC Porto e Benfica.
Tipo o quê? Amarelo e roxo? Não percebo muito de futebol.

Uma empresa ligada ao narcotráfico está envolvida em transferências para o FC Porto. Só uma? O FCP está a perder qualidades?
Já reparaste que o Estádio das Antas é branco por fora? E mais não digo…

Como é que não estás entre os convidados da Feira do Livro de Leiria? Como, Renato?
Disseram-me que o convite já tinha sido enviado. Não chegou cá nada. Bandalhos.

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria quer criar “Câmara Virtual” para agilizar procedimentos autárquicos. Devemos ter medo?
Sim. Mas só medo virtual. Vai ser preciso usar óculos especiais para tirar uma certidão?

Já jogaste o Jogo dos Pastorinhos, lançado pelo Santuário de Fátima?
Já. Não consigo passar do nível das vampiras mamalhudas.

Qual o balanço de 47 anos de geminação de Leiria com Tokushima?
Cumprem-se agora 47 anos desde que Leiria inventou uma cidade japonesa porque nenhuma cidade real estava interessada numa geminação (as outras possibilidades eram Kawanafuji e Hirokumata). Foi um momento triste, Leiria. Muito triste…