Por falar em cake design, as grandes figuras do próximo festival da canção em formato futebol vão ser os avançados da Islândia. Ou então Paulo Portas, o novo Jorge Coelho, o novo Paulo Portas. Fora isso, há craques no armário, russos em greve de fome, colégios privados em Ulan Bator, cocós no museu e plágios de queijo Brie.

Circularidade do Quadrado: conversas ao sabor da actualidade, de 15 em 15 dias, gravadas perante nenhuma audiência. Alexandre Louro pergunta, Renato Carreira responde.

Comecemos pelo que faz girar o mundo. Estás a estudar para a Inépcia as selecções que vão participar no Europeu de futebol. O que concluis da iluminada análise?
Que a selecção da Albânia levará o troféu para casa. Não por vitória, mas por roubo.

Quem serão as grandes figuras deste Europeu?
A linha avançada da Islândia. Por motivos que ainda não posso revelar. É surpresa.

Cristiano Ronaldo vai finalmente sair do armário neste campeonato?
Ainda não. Só sairá do armário enquanto jogador do Sporting. Há momentos que se guardam para o clube do coração.

Em que situação Bruno Alves é o homem certo, no lugar certo, à hora certa?
Em todas as situações nas quais seja preciso matar a pontapé qualquer insecto numa parede a cerca de metro e oitenta do chão.

Qual é o lado bom na notícia de libertação de Vale e Azevedo?
Ainda estou a pensar. Dá-me uns minutos. Ou uns meses.

E de termos de novo o Gil Vicente entre os grandes do futebol nacional?
Parece-me um grandessíssimo Auto da Índia.

Para terminar esta secção dedicada ao cake design, concordas com a greve de fome do presidente da União de Leiria?
Concordo. (Esse é o mafioso russo ou outro?)

Agora lifestyle: Paulo Portas é ou não o novo Jorge Coelho?
É. Mas em jeitoso.

Vetas com Marcelo as barrigas de aluguer?
Veto todas as barrigas. A começar pela minha.

Um dia todos seremos administradores da Caixa Geral de Depósitos?
Eu já sou. Não percebo a pergunta.

A televisão pública italiana quer as suas apresentadoras menos decotadas. O que diriam disto Rómulo e Remo?
Rómulo diria “Condimentum est bonum”. Remo não diria nada porque era um homem de poucas palavras.

Só em Leiria é que os colégios privados pressionaram os pais e evangelizaram os filhos para vestirem de amarelo?
Não. Também aconteceu em Ulan Bator.

O que faz com que Leiria seja dos distritos onde mais árbitros se agridem?
É o distrito onde os árbitros são mais macios.

Estás sempre a desdenhar esta cidade, mas o Museu de Leiria tem a melhor museografia do país.
É mentira que esteja sempre a desdenhar. Parabéns ao Museu de Leiria e à sua colecção de cocós históricos única no mundo.

Uma empresa de Pombal transforma óleo usado no McDonald’s em combustível. Imaginas-te movido a óleo do McDonald’s?
Já só consigo levantar-me da cama depois de um Big Tasty. Imagino muito bem.

Só faltas tu solidarizares-te com ele e vou dar-te essa oportunidade: Ricardo Graça, da Preguiça Magazine, fez ou não plágio na obra que colou nas paredes de um prédio abandonado de Leiria durante o Festival A Porta?
Não fez. Conheço o Ricardo desde a infância e sei que é um homem com brio. Como já há poucos. Força, Ricardo. Podes contar com o meu apoio, como sempre contaste. Ou talvez seja só um homem com Brie. Confundo.