Após o período mais aguardado do ano, com férias de Verão e festivais à mistura, voltamos ao novo ciclo de novidades tecnológicas na Preguiça Magazine. Isto porque quem não se actualiza, morre para a vida!

E as novidades foram muitas e quentes, tal como os novos Galaxy Note 7 que explodem que nem cogumelos por aí. A Dropbox assumiu um ataque de hackers maior do que se pensava em 2012 (cuidado com as vossas passwords) e a febre do Pokemon Go foi apanhada de surpresa com aspirina e… começou a baixar.

Temos ainda (grandes) novidades no mundo do ecossistema Apple: novos telefones, novos earphones – airpods, novos relógios e um renovado iOS 10 para todos os iPhones (à excepção dos 4S para baixo).

Para renovação da linha do iPhone anterior, a Apple lançou o novo iPhone 7 e 7 Plus com o mesmo tamanho que os anteriores 6S e 6S Plus. Quanto às maravilhas que acompanham esta nova linha do 7, vamos apontar as mais importantes:
– câmara traseira de 12MP e câmara frontal de 7MP
– dupla câmara no iPhone 7 Plus, que permite criar uma maior profundidade de campo nas fotos imitando o efeito das máquinas DSLR
– botão frontal (home button) eliminado e substituído por um botão “falso”, sensível ao toque, criando uma falsa sensação de clique
– telefone à prova de água e poeiras
– novo ecrã 25% mais brilhante e com cores mais vivas
– colunas stereo
– novo processador A10
– capacidade a começar nos 32GB, 128GB e 256GB
design_hero_large

Vamos ao som. A Apple seguiu em frente com uma das mais polémicas e criticadas decisões: remover o jack para os headphones dos seus iPhones 7. Os “novos” auscultadores passam a ter de contar com uma ficha lightning, a mesma usada para carregar o telefone.

Este jack conta com uma memorável história e acompanha-nos desde que nos lembramos de ser gente. Massificados com a ajuda dos Walkman nos anos 80, trata-se de uma ficha “universal” em que todos os headphones, colunas e rádios podem ser ligados ou interligados a outros sistemas de som. Mas a Apple, sendo o gigante que é, tem o à-vontade para tomar as decisões que quer, mesmo quebrando standards.

Temos assim várias alternativas: ou andam com um adaptador lightning – jack, ou compram uns headphones novos com ficha lightning. Portanto, se comprarem um iPhone 7 e forem daquelas pessoas que levam o iPhone para festas com a ideia de passar música na aparelhagem de alguém ou ligá-lo a uma mesa de mistura, não se esqueçam do adaptador.

A outra grande alternativa foi o lançamento de um novo produto: os airpods. São uma “réplica” supersofisticada dos headphones, mas sem fios. Bluetooth. Trazem sensores infra-vermelhos para que o iPhone saiba quando os tiram dos ouvidos, parando assim automaticamente a música. Tocam 2 vezes neles (em qualquer local) para activar a Siri e efectuar comandos via voz. Têm uma autonomia de aproximadamente 5 horas, sendo carregados quando colocados/arrumados na sua caixa de origem com o mesmo carregador do iPhone. Com o tempo vamos ver o sucesso/fracasso destas medidas e destes novos airpods.
airpods

As novidades passaram ainda pelo lançamento do novo iOS 10, apenas disponível para telefones superiores ao iPhone 5. Este veio acompanhado de muitas e novas alterações. Destacamos as mais notórias: o clássico slide to unlock que nos acompanha desde 2007 foi substituído pelo clique no home button (é necessário algum tempo para adaptação); possibilidade de configurar Widgets no home screen à moda dos Android; possibilidade de “desenhar” ou escrever algo nas fotos; novo layout nas notificações (bem melhor, na minha opinião); aplicação Apple Music redesenhada; iMessage com uma grande panóplia de efeitos e fundos. As novidades passaram ainda por um novo AppleWatch, mas não vamos alongar-nos neste campo.

Fiquem bem e até daqui a 15 dias.