Até 25 de Novembro, no Covil da Preguiça, oportunidade para ver Let’s Get Lost Here, fotografias de Kid Richards registadas em filme com câmara analógica. O talento não se mede pelas cordas de uma guitarra, e depois de o ouvirmos a tocar com os Born a Lion e os Poppers, temos agora acesso directo aos instantes visuais que marcam as muitas vidas de Bruno Cantanhede, 28 anos, natural da Marinha Grande. A exposição — e o livro com o mesmo nome, editado em Setembro pela Chiado — ilumina quatro meses de viagens entre Milão e Lisboa, onde algo especial aconteceu. Conta a história de alguém que se apaixonou por uma nova cidade, pelas suas ruas, as suas luzes, a sua arte e os seus edifícios. E se apaixonou por outra pessoa. Que se quer perder lá, mesmo que seja só por hoje, ou para sempre. Eis algumas imagens.

kid-richards-lets-get-lost-here-10kid-richards-lets-get-lost-here-11kid-richards-lets-get-lost-here-7kid-richards-lets-get-lost-here-8kid-richards-lets-get-lost-here-1kid-richards-lets-get-lost-here-2kid-richards-lets-get-lost-here-3kid-richards-lets-get-lost-here-4kid-richards-lets-get-lost-here-9kid-richards-lets-get-lost-here-6kid-richards-lets-get-lost-here-5