Archives for vem devagar, emigrante

Já fui ao Brasil

476220_339318879440076_1725107721_o

Onde o autor vê gorado o seu empenho em descrever aos leirienses as características do Brasil que veio a conhecer nos últimos três anos (e qualquer coisa), e afinal pondera que, quer saiba demais acerca daquele país, quer não saiba o bastante, sempre o seu esforço terá de descambar em algo que não um relato,…

Com o Corvo no coração

IMG_7045

É-me difícil falar do Corvo. Foi um ano incrível, daqueles que dizemos “o ano da nossa vida”. Por isso, tenho medo que algo me escape. O Corvo, mais do que um local com sítios maravilhosos, é uma ilha de sensações. Imaginem o que significa literalmente a palavra isolamento. Agora imaginem o que poderá significar a…

Uma carta de amor a Pequim

bj1

Dois meses depois de deixar Leiria para ir viver em Pequim, Sofia Mota escreve-lhe uma carta… porque sim. Pequim, Escrevo-te neste dia em que faz dois meses que te conheci! Aterrei num dia de sol de final de Verão… piscaste-me o olho e acho que me apaixonei. Deste-me a mão ainda suada da estação e…

Willkommen in Wien!

Viena_1

A capital austríaca não é só valsa e música clássica, e vale mesmo a pena visitá-la quando está cheia de neve, como nas imagens dos postais. É começar a juntar uns trocos até ao Natal. Depois, é só seguir o roteiro que o Nuno Duarte traçou para a Preguiça. Vivo em Viena há dois anos…

Turbulência sueca

capa3

Viver longe do que chamamos casa não é nada fácil. Por mais espírito aventureiro que se tenha, quando as nossas pessoas são a coisa mais importante das nossas vidas, saímos sempre com o coração encolhido, cada vez mais. Por isso é obrigatório estar num sítio que, não sendo a nossa casa, seja – no que…

1 2 3 4