Palco Preguiça

Próxima página

Ele é um portento do swag, um príncipe da lantejola e um tigre de mise. Gui Garrido é o Bandido e o Coração Pirata e com a sua costeleta africana faz rock bem passado a acompanhar um kizomba salteado. É para chocalhar os ossos se faz favor!! (Publicado a 29 Janeiro 2015)

Uma caixa de sapatos e um grande coração chegam para transformar a luz de uma rua sombria. Quando o urso precisa de amigos, nada como cantar-lhe uma canção de amor. Cantem também com o projecto Us The Bear. (Publicado a 16 Outubro 2014)

No Festival A Porta dia 4 de Outubro: Country Playground, projecto de Rodrigo Cavalheiro (voz, bateria) e Fernando Silva (guitarra, segundas vozes) que navega no arquipélago alternativo entre o rock e a country music. Aqui em actuação especial para a Preguiça Magazine. (Publicado a 25 Setembro 2014)

Sanitofone, o instrumento que faltava. Meio sanita, meio fone, aqui em deambulação electrónica durante o concerto de apresentação nas Nascentes do Lis. (Publicado a 17 Julho 2014)

Dois animais errantes da dança contemporânea, um de Leiria e outro dos Açores, encontram-se em palco no projecto Melhor Amigo, munidos de voz, piano e guitarra. Gui Garrido e António Pedro Lopes ao vivo no Recreio dos Artistas. (Publicado a 19 Junho 2014)

Se o senhor presidente da liga tem visto tanta coisa boa junta já não dizia que Leiria é uma cidade do interior: Backwater And The Screaming Fantasy na inauguração do Musiqu3 e lançamento da primeira edição em papel da Preguiça Magazine.
(Publicado a 8 Maio 2014)

Ensaio do espectáculo “entre.mitências”, de João Fernandes, com jovens criadores da Escola Superior de Dança, que é apresentado sábado, 3 de Maio, no Teatro José Lúcio da Silva, no Festival MetaDança 2014. (Publicado a 1 Maio 2014)

Os premiados Concertos para Bebés chegaram ao espectáculo #800 e na viagem de aniversário a Sintra acederam a gravar um momento especial, só para as crianças mais preguiçosas. (Publicado a 20 Março 2014)

Cinco primos da Bajouca formam os Holy Northern Lights, um colectivo post-indie inspirado em coisas tão diferentes como Thoreau, o jogo das escondidas, cinema, concertos na aldeia, gatos e auroras boreais. (Publicado a 20 Fevereiro 2014)

Artistas, este espaço é vosso. Peguem na guitarra, na gaita de beiços ou nas maracas. Dancem, declamem, representem, façam equilibrismo ou stand up comedy e mandem para preguica.mag@gmail.com. Senão vamos ter de continuar a levar com este gajo. (Publicado a 13 Fevereiro 2014)

Chama-se The Flowering e é o projecto que materializa em canções as composições de Fábio Oliveira, marcado por melodias introspectivas inspiradas em  Jeff Bucley, Lou Rhodes, Ane Brun ou Antony and the Johnsons. (Publicado a 23 Janeiro 2014)

Bells é o nome do instrumento e Rugá o nome da escala. A conjugação, única no mundo, foi idealizada pelo marinhense Daniel Reis. Muito a propósito, o tema chama-se “Bells Rugá”. Gravado nas Grutas de Mira de Aire. (Publicado a 9 Janeiro 2014)

Eles voltam ao Palco Preguiça, mesmo a fechar o ano, para cantar a “Enforcada”. António Cova e os Bordel Ravel, uma tropa sem igual. (Publicado a 19 Dezembro 2013)

Lazyman, ou Kiko Biel para os amigos, fez esta moda, tocou pandeireta, cajon, guitarra, voz e máquinas de filmar. E depois, à laia de rei mago, fê-la viajar de Madrid até Leiria. Música muy buena para escuchar. (Publicado a 12 Dezembro 2013)

A Preguiça foi à discoteca Beat Club, em Leiria, olhar olhos nos olhos dos Murdering Tripping Blues, e saiu de lá com esta bela canção. (Publicado a 28 Novembro 2013)

Próxima página